:: 13ºFETEPS::

ETEC: A.P.A.M. - APLICATIVO DE PROTEÇÃO ÀS MINORIAS

A violência faz-se uma problemática transversal e interseccional na sociedade, atingindo as mais variadas parcelas da população brasileira. Caracterizada como um fator sistêmico, ela encontra-se conectada diretamente aos mecanismos de poder utilizados para atravessar todas as instâncias sociais [Wellausen, 2007]. Sob o âmbito interseccional, as estratégias de dominação de poder são posicionadas a focalizar em grupos sociais marginalizados, atingindo-os por meio de instituições e aparelhos, não somente estatais, mas também privados. Neste sentido, dissertaremos a respeito das formas de violência mais alarmantes no contexto presente do Brasil. Em primeira instância, delimitamos como temática principal a discussão acerca de três manifestações de ódio: o racismo, a misoginia e a lgbtqfobia enquanto violências estruturais e recreativas. Em sequência, serão apresentadas, discutidas e criticadas factualmente cada uma delas, levando em consideração seus impactos no contexto histórico do país e na atualidade. Com este projeto, temos como intuito o suporte, acolhimento e conscientização das vítimas afetadas direta ou indiretamente pelas violências supracitadas. Em virtude disso, foi discutida a hipótese da criação de um protótipo mobile que vinculasse o apoio prático às vítimas a uma plataforma acessível a todos.

Palavras-chaves: Violência; LGBTQfobia; Racismo; Suporte Emocional; Aplicativo Mobile;

  • LARISSA LISBOA VADILLO
  • ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS/SP
  • Estudante
  • CATARINA GODOY DE PAULA FREITAS
  • ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS/SP
  • Estudante
  • MARIANA PEROCCO PATIRI
  • ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS/SP
  • Estudante
  • ADRIANO CILHOS DOIMO
  • ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS/SP
  • Professor(a) Orientador(a)

Voltar